Bayern x Real: um confronto histórico, extenso e equilibrado pela Champions League

Uma rivalidade histórica e equilibrada. Assim podemos definir o confronto entre FC Bayern e Real Madrid que mais uma vez será realizado pela UEFA Champions League. Mas antes do duelo em duas partidas que começa a ser disputado nesta quarta-feira (12) na Allianz Arena, já podemos lembrar de outros confrontos entre as duas equipes na principal competição de clubes da Europa.

A incrível marca de 11 encontros de ida e volta entre Bayern e Real dentro da Champions League faz com que a história dos jogos entre alemães e espanhóis já seja bem extensa. E nesta história o equilíbrio dá a tônica. O Bayern eliminou o Real Madrid 5 vezes e também sofreu 5 reveses. Somam-se a eles mais dois jogos por fases de grupos, totalizando assim vinte e duas partidas. O jogo de quarta (o vigésimo terceiro) reforçará o recorde de partidas de um mesmo confronto na competição continental. No total de 22 jogos até o momento, o Bayern venceu 11, sofreu 9 derrotas e empatou duas vezes, marcando 33 gols e levando 31.

O primeiro duelo aconteceu pela semifinal da temporada 1975/1976, com o Gigante da Baviera levando a melhor (para depois se sagrar tricampeão da competição). O artilheiro Gerd Muller decidiu o confronto, marcando o gol no empate de 1x1 fora de casa e o dois no 2x0 disputado no histórico Estádio Olímpico de Munique.

Em outra semifinal, na temporada 1986-1987, o Bayern novamente levou a melhor, com uma goleada em casa por 4x1 na primeira partida (gols de Klaus Augenthaler, Roland Wohlfarth e dois de Lothar Matthaus) e uma derrota em Madrid por 1x0.

Na temporada seguinte, foi a vez dos madrilenhos se classificarem na fase de quartas de final. Após vencer a primeira partida em Munique por 3x2 (gols de Hans Pflugler, Norbert Eder e Roland Wohlfarth), o Bayern não suportou a pressão adversária e perdeu por 2x0 no jogo de volta.

Após uma década os dois times voltaram a se encontrar na temporada 1999/2000. Primeiro na segunda fase de grupos (na época o formato da competição era diferente e contemplava duas fases com grupos de 4 equipes) e nela houve ampla vantagem bávara. O primeiro jogo aconteceu em Madrid e o Bayern venceu por 4x2 (gols de Mehmet Scholl, Stefan Effenberg, Thorsten Fink e Paulo Sergio). No returno em Munique mais uma goleada alemã, desta vez por 4x1 (gols de Mehmet Scholl, Giovane Élber e dois de Alexander Zicler).

Porém, nas semifinais da mesma temporada, o Real levou a vantagem após vencer o primeiro jogo em casa por 2x0. No jogo de volta na Alemanha, o Bayern até venceu, mas o 2x1 (gols bávaros marcados por Carsten Jancker e Giovane Élber) foi insuficiente.

(Foto: Jamie McDonald/ALLSPORT)

Na temporada seguinte (2000/2001) o título europeu voltou para a casa bávara, e para isso foi necessário novamente vencer o velho rival (e novamente nas semifinais). E foi em grande estilo, com duas vitórias. Primeiro fora de casa por 1x0 (gol de Giovane Élber) e depois no velho Estádio Olímpico por 2x1 (de novo com gol de Élber e outro de Jens Jeremies).

Completando essa sequência tripla de confrontos nas semifinais, na temporada 2001/2002 mais um encontro aconteceu, desta vez com vantagem espanhola: o Bayern venceu o primeiro jogo em casa por 2x1 (gols de Stefan Effenberg e Claudio Pizarro), porém não manteve a vantagem e perdeu por 2x0 na volta.

Após um ano de "descanso", na temporada 2003/2004 tivemos mais um duelo, desta vez nas oitavas de final. Depois de um empate em Munique por 1x1 (com gol bávaro marcado por Roy Makaay), os espanhóis levaram a melhor, ganhando em casa por 1x0.

O troco na mesma moeda (e na mesma fase) aconteceu na temporada 2006/2007. Após perder em Madrid por 3x2 (com gols marcados por Lúcio e Mark Van Bommel), o gigante bávaro venceu já na nova casa, a Allianz Arena, por 2x1 e se classificou (com Roy Makaay marcando o gol mais rápido da história da UCL aos 10 segundos; Lúcio também deixou o dele).

Na temporada 2011/2012, mais um confronto pelas semifinais com vantagem alemã, desta vez porém com a necessidade da disputa dos penais. Após vencer em casa por 2x1 (gols de Franck Ribéry e Mário Gómez) o Bayern perdeu em Madrid pelo mesmo placar no tempo normal (com gol marcado por Arjen Robben). Mas nos pênaltis, com gols de David Alaba, Mario Gómez e Bastian Schweinsteiger, o time bávaro chegou à decisão do torneio.

(Foto: Paul Gilham/Getty Images)

O último confronto até agora aconteceu nas semis da temporada 2013/2014, mas desta vez com ampla vantagem madrilenha. Com duas vitórias (1x0 em Madrid e 4x0 em Munique), o Real chegou a decisão.

Após todo esse histórico, podemos esperar uma disputa bem equilibrada entre dois gigantes europeus na luta pelo título da UEFA Champions League.

TAGS:

PRÓXIMOS JOGOS

  • Bundesliga
    Bayern München
    Freiburg
    20 de Maio
    10h30
    Allianz Arena
    Munique

BUNDESLIGA 2016/17

Classificação Pontos
1 Bayern München 79
2 RB Leipzig 66
3 Borussia Dortmund 61
4 Hoffenheim 61
TABELA COMPLETA

VÍDEOS

FRAUEN BUNDESLIGA 2016/17

Classificação Pontos
1 Wolfsburg 53
2 Bayern München 49
3 Turbine Potsdam 47
4 Freiburg 44
TABELA COMPLETA

ELENCO

Carina Wenninger

Carina Wenninger

  • Posição: Zagueira
  • Número: 19
  • No Bayern desde: Julho/2007
CONHEÇA O ELENCO

FACEBOOK