Em jogo movimentado, Bayern vence clássico contra o Borussia Dortmund pela Bundesliga

Se o FC Bayern tinha o interesse de devolver a derrota para o Borussia Dormund lá no primeiro turno da Bundesliga, fez isso com juros e correção monetária neste sábado (08). Pela 28ª rodada, foi a vez dos bávaros receberem os aurinegros para o clássico de maior destaque atualmente no Campeonato Alemão. Em um jogo recheado de emoções desde os primeiros minutos, a equipe de Carlo Ancelotti levou a melhor e venceu por 4 a 1. Também teve a volta de Douglas Costa, recuperado de lesão

Na luta pela artilharia, Lewandowski marcou dois, um em cada tempo.

Quem se atrasou um pouquinho para ocupar o seu lugar na Allianz Arena, se arrependeu amargamente! Já no primeiro minuto de jogo, Dembélé mandou a bola para fora. Os bávaros deram o troco: no primeiro ataque da equipe, Ribéry recebeu dentro da área e mandou a redonda para o fundo das redes de Bürki.

O BVB tentou a reação, mas as investidas paravam na defesa bávara. Em uma dessas tentativas, Bartra fez uma falta para frear a arrancada de Ribéry. Lewandowski foi para a cobrança, mandou por cima da barreira e a bola só parou nas redes: 2 a 0 com 8 minutos de jogo.

O Bayern dominava a partida até então. O Borussia precisou recuar para tentar evitar mais gols. Nos lances seguintes, Robben fez suas tentativas e passou perto de marcar o dele.

Aos 18 minutos foi que o BVB conseguiu ir para o ataque - e deu certo. Guerreiro fez uma finalização da intermediária e mandou longe do gol. Só que ele não desistiu e tentou novamente, acertando as redes bávaras e diminuindo a diferença aos 20 minutos.

O gol animou os visitantes, que viram uma chance de igualar o placar ou até mesmo conseguir a virada. O Bayern continuava pra cima e o Robben seguia infernizando a defesa rival.

Já no final do primeiro tempo, Bartra recebeu cartão amarelo por uma falta dura em Lewandoski. Para tentar afastar a bola do polonês, o jogador do BVB foi com o pé e acabou acertando o nariz do atacante. O lance preocupou a torcida, mas o artilheiro bávaro continuo em campo. Sem mais alterações no placar, as equipes voltaram para o vestiário com a vitória parcial do Bayern por 2 a 1.

Robben teve quase a mesma quantidade de finalizações que a equipe adversária e presenteou a torcida com um dos gols do jogo.

Na volta para o segundo tempo, parecia que a história seria a mesma. O BVB teve a primeira tentativa com Aubameyang mandando a bola na rede pelo lado de fora. Após tantas tentativas no primeiro tempo, Robben mais uma vez aplicou a sua jogada tradicional e conseguiu o que ele tanto queria e a torcida mais esperava: o holandês cortou para o meio, deixou os marcadores para trás e chutou para o fundo das redes: 3 a 1 aos 49 minutos.

O Bayern seguiu dominando a partida e conseguindo mais chances. A equipe da casa tinha uma tentativa atrás da outra, principalmente em jogadas envolvendo o Robben. O BVB mal conseguia partir para o ataque, mas quando avançava era com perigo. Aos 67 minutos, Aubameyang quase marcou o dele - e só não conseguiu graças a Boateng que salvou a pátria.

Pouco tempo depois, Lewandowski foi com tudo rumo ao gol adversário e o goleiro Bürki acabou derrubando o atacante dentro na área: pênalti. O próprio polonês foi para a cobrança. Bola para um lado, goleiro para o outro e mais um gol na conta do artilheiro. Agora 4 a 1. A parte ruim foi que Lewan deixou o campo sentindo dores no ombro por causa do lance que ocasionou a penalidade máxima. Logo após o gol, ele foi substituido por Kimmich.

Com uma boa vantagem no placar, o Bayern manteve o jogo sob controle. O BVB até conseguiu tirar Ulreich da condição do espectador em algumas jogadas na reta final, mas os bávaros tinham a posse de bola e mantiveram a vantagem até Marco Fritz decretar o fim do clássico. 

Agora o Bayern tem 68 pontos, segue na liderança isolada e está cada vez mais próximo de mais um título. A vantagem na Bundesliga é de 10 pontos para o segundo colocado, o RB Leipzig. 

Na próxima rodada, no dia 15 de abril, o Bayern enfrentará o Bayer Leverkusen fora de casa e sem Lewandowski, que recebeu o quinto cartão amarelo durante o clássico. Mas antes tem um importante compromisso pela Uefa Champions League: na quarta-feira (12), os comandados de Ancelotti fazem o primeiro jogo das quartas de final contra o Real Madrid na Allianz Arena. FC Bayern e Borussia Dormund voltam a medir forças no final do mês, pela DFB-Pokal. As duas equipes vão disputar uma das vagas na final da competição

Ficha Técnica

FC Bayern: Ulreich - Lahm, Javi (78’ Hummels), Boateng, Alaba, Alonso, Vidal, Robben, Thiago, Ribéry (74’ Douglas Costa), Lewandowski (72’ Kimmich)
Banco: Starke - Rafinha, Bernat, Coman

Borussia Dortmund: Bürki - Ginter, Sokratis, Bartra, Schmelzer, Passlack, Castro (46’ Rode), Guerreiro (69’ Merino), Dembélé (59’ Mor), Pulisic, Aubameyang
Banco: Weidenfehler - Sahin, Bender, Piszczek

Gols: 1-0 3’ Ribéry, 2-0 10’ Lewandowski, 2-1 20’ Guerrero, 3-1 49’ Robben, 4-1 68’ Lewandowski

Cartão amarelo: Lewandowski, Vidal / Passlack, Bartra, Bürki

TAGS: Bundesliga Ribéry Robben Borussia Dortmund Lewandowski

BUNDESLIGA 2016/17

Classificação Pontos
1 Bayern München 79
2 RB Leipzig 66
3 Borussia Dortmund 61
4 Hoffenheim 61
TABELA COMPLETA

ARTILHEIROS

Jogador Gols
Robert Lewandowski 26 gols
P. Aubameyang 25 gols
Anthony Modeste 23 gols
Timo Werner 15 gols

Títulos

Bayern München 24 títulos
Borussia Dortmund 5 títulos
Mönchengladbach 5 títulos
Hamburger 3 títulos
Stuttgart 3 títulos
VER TODOS OS CAMPEÕES

VÍDEOS

ELENCO

Niklas Dorsch

Niklas Dorsch

  • Posição: Meia-defensivo
  • Número: 30
  • No Bayern desde: Julho/2012
CONHEÇA O ELENCO

FACEBOOK