Bayern pressiona, mas não sai do empate contra o Leverkusen pela Bundesliga

O FC Bayern foi até a Bay Arena enfrentar o Bayer Leverkusen pela 29ª rodada da Bundesliga na busca da manutenção da grande vantagem adquirida na liderança da competição. Apesar de pressionar bastante e jogar com um jogador a mais por boa parte do segundo tempo, a partida ficou no 0x0, com grande atuação do goleiro adversário, Bernd Leno

Para o jogo deste sábado, Mats Hummels e Robert Lewandowski, ainda se recuperando de contusão e ainda com chances de estarem no jogo de terça contra o Real Madrid pela UEFA Champions League, não ficaram nem no banco de reservas. Além deles, Jérôme Boateng (com uma contusão no músculo adutor) e Franck Ribéry (poupado) também ficaram fora da partida deste sábado.

Na entrevista na véspera da partida o técnico Carlo Ancelotti exaltou a importância do duelo para o torneio e ressaltou a necessidade de manter o pensamento também na Bundesliga, ainda que já projete o duelo de volta contra o Real Madrid. “Precisamos entrar na partida contra o Leverkusen com foco. A partida é importante e queremos sair com a vitória”, disse o técnico.

No início da partida o Bayern apresentou uma formação no já tradicional 4-2-3-1, colocando David Alaba na zaga, mantendo Joshua Kimmich e Arturo Vidal como volantes e Thiago Alcântara na armação. Com Kingsley Coman pelo lado direito do ataque e Douglas Costa pela esquerda, a equipe começou pressionando a saída de bola do adversário e tentando manter a posse.

Foto: Getty Images

Porém aos oito minutos, em um contra-ataque rápido o Leverkusen chegou com perigo. Hilbert partiu livre pela direita e cruzou para área. Rafinha chegou antes de Volland e cortou providencialmente, sofrendo falta na sequência da jogada.

Aos 15 minutos, após construir a jogada com Coman, Douglas Costa chegou ao fundo pela esquerda. O cruzamento, porém, foi desviado e ficou nas mãos do goleiro adversário. Esse lance ressalta bem a pouca força de finalização que o Bayern exibia neste momento da partida.

O primeiro chute com maior perigo feito pelo time bávaro só aconteceu aos 18 minutos. Em combinação com Douglas Costa pela esquerda, Bernat apareceu na área e bateu cruzado, mas Leno defendeu sem rebote.

No entanto, o ímpeto ofensivo dos meias jovens do Leverkusen, principalmente Kampl e Brandt, dava trabalho para a marcação bávara, ainda que as conclusões ao gol (duas feitas por Havertz) tenham chegado sem perigo ao gol de Neuer.

Novamente aos 29 minutos o time da casa chegou. Após boa triangulação entre Kampl e Volland, pela direita da defesa do Bayern, a bola foi cruzada para trás e Brandt pegou mal na bola e jogou longe do gol de Neuer.

Depois dos 30 minutos, Coman e Douglas Costa trocaram de lado na frente para tentar aumentar a intensidade de ataque. E Coman finalmente conseguiu fazer um bom lance no minuto seguinte. Após chegar no fundo pelo lado esquerdo, ele cruzou para Alaba, que demorou a dominar para bater ao gol. Quando conseguiu chutar, Jedvaj salvou, primeiro com a perna e depois com a bola resvalando em seu braço (lance que o juiz não viu). Depois do corte de Wendell perto da linha do gol, a bola voltou para o ataque bávaro, até chegar a Vidal, que encobriu Leno com um toque de cabeça e já ia comemorando o gol. Porém Toprak salvou dando um carrinho na hora H!

O lance animou o Bayern e aos 36 mais uma chance clara aconteceu. Após passe de Kimmich, Muller apareceu livre na ponta direita e cruzou rasteiro para a área. Coman bateu de primeira, mas Leno fez uma defesa espetacular, salvando o gol certo.

Aos 39, após linda jogada individual de Bernat pela esquerda, Thiago se antecipou à Wendell e cabeceou forte, mas a bola passou pouco por cima do gol. No minuto seguinte, Kimmich lançou na área, Jedvaj cortou mal e Douglas Costa pegou o rebote. Porém bateu muito forte, e a bola foi por cima.

Antes do fim do primeiro tempo, Vidal ainda mandou duas finalizações por cima do gol, totalizando assim 11 finalizações bávaras (4 chutes na direção do gol), em uma etapa em que Bayern teve o controle maior da bola, mas só mostrou maior potência ofensiva depois dos 30 minutos de jogo.

Foto: Getty Images

Carlo Ancelotti não mexeu na equipe para o início da segunda etapa. E mais uma vez a equipe começou com grande posse de bola, sem dar muitas chances para as investidas em contra-ataque do Leverkusen.

Aos 8 minutos Douglas Costa partiu livre pelo lado direito do ataque e cruzou para trás, Muller chegou de carrinho e completou para o gol, mas a bola passou raspando a trava esquerda do gol.

Já aos 11, após passe de Thiago, Muller saiu na cara de Leno, mas demorou muito para ajeitar o corpo para bater ao gol, e o goleiro cortou. No rebote a bola chegou até Vidal, que bateu para o gol, mas Jedvaj “defendeu” com a cabeça e a bola foi para escanteio.

Porém aos 14 minutos Jedvaj foi de herói ao vilão ao cometer uma falta na entrada da área. Como já tinha cartão amarelo, o zagueiro do Leverkusen foi expulso. Na cobrança da infração, Alaba mandou direto para o gol, mas Leno mandou para escanteio.

Logo após à expulsão no adversário, Ancelotti fez a primeira substituição na equipe, colocando Robben, em seu jogo de número 250 pela equipe bávara, no lugar de Douglas Costa, que até vinha fazendo boa partida. O holandês entrou na mesma função, atuando mais pela direita do ataque.

Aos 19 minutos, Coman avançou pela esquerda e cruzou, mas na hora de concluir ao gol, Muller foi travado por Toprak. Dois minutos depois, a jogada se repetiu de certa forma, mas com Robben cruzando da direita, e Havertz chegando na frente do camisa 25 bávaro.

Já aos 23 Ancelotti surpreendeu na alteração, ao colocar Xabi Alonso no lugar de Coman. Logo aos 26 fez a última troca, tirando Javi Martinez para a entrada de Lahm. Em uma arrumação tática diferente, Kimmich foi para a zaga atuar com Alaba, Lahm entrou no meio campo, Vidal jogou mais perto da área e Thiago caiu mais pelo lado esquerdo.

A pressão bávara se mantinha. Aos 28 minutos Muller saiu um pouco da área e cruzou para a cabeçada de Robben, porém ela passou longe do gol.

Depois das alterações o nível de jogo do Bayern caiu. E o Leverkusen se animou em ir para frente. Aos 37 minutos, após jogada pela direita, a bola sobrou para Kampl bater forte de perna esquerda da entrada da área. A bola passou pela esquerda, sem perigo para Neuer.

Aos 39 finalmente mais uma chance bávara. Após combinação pela direita entre Kimmich e Muller, a bola chegou na área para Lahm, aparecendo como elemento surpresa. Ele bateu de primeira e a bola passou raspando a trave direita de Leno.

Já aos 45, depois de cruzamento de Muller pela esquerda, Robben apareceu na segunda trave e cabeceou na rede pelo lado de fora, com muito perigo.

Leno fez pelo menos 5 defesas difíceis no jogo. Foram 18 finalizações no total e mais uma grande superioridade na posse de bola (66% a 34%). Porém, mesmo com um jogador a mais durante mais de 30 minutos no segundo tempo, o Bayern não conseguiu fazer valer a vantagem e tirar o zero do placar. A próxima partida pela Bundesliga, na qual o Bayern lidera com 69 pontos, 8 a mais que o RB Leipzig, será no próximo sábado na Allianz Arena, contra o Mainz.

Antes dela, porém, o próximo desafio bávaro será contra o Real Madrid na Espanha, na terça, pela UEFA Champions League.

Ficha Técnica:

Bayer 04 Leverkusen: Leno - Hilbert, Jedvaj, Toprak, Wendell - Baumgartlinger, Kampl - Aranguiz (62'' Dragovic), Havertz (88' Bailey), Brandt (66' Bellarabi) - Volland
Banco: Özcan, Dragovic, Kießling, Mehmedi, Henrichs

FC Bayern: Neuer - Rafinha, Martínez (72' Lahm), Alaba, Bernat - Kimmich, Vidal - Coman (70' Alonso), Thiago, Costa (60' Robben) - Müller
Banco: Ulreich, Alonso, Sanches, Feldhahn, Obermair

Gols: -

Cartão amarelo: Aranguiz / -

Cartão vermelho: Jedvaj / - 

TAGS: Bundesliga Bayer 04 Leverkusen Frauen

BUNDESLIGA 2016/17

Classificação Pontos
1 Bayern München 68
2 RB Leipzig 58
3 Hoffenheim 51
4 Borussia Dortmund 50
TABELA COMPLETA

ARTILHEIROS

Jogador Gols
Robert Lewandowski 26 gols
P. Aubameyang 25 gols
Anthony Modeste 23 gols
Timo Werner 15 gols

Títulos

Bayern München 24 títulos
Borussia Dortmund 5 títulos
Mönchengladbach 5 títulos
Hamburger 3 títulos
Stuttgart 3 títulos
VER TODOS OS CAMPEÕES

VÍDEOS

ELENCO

Kingsley Coman

Kingsley Coman

  • Posição: Meia-atacante
  • Número: 29
  • No Bayern desde: Agosto/2015
CONHEÇA O ELENCO

FACEBOOK