Bayern mostra eficiência, vence Eintracht Frankfurt e amplia liderança na Bundesliga

O FC Bayern recebeu neste sábado (11), na Allianz Arena, o Eintracht Frankfurt pela vigésima quarta rodada da Bundesliga. Sendo que o time de Frankfurt não vence o Bayern pela competição nacional desde 2010, o normal seria uma vitória ou empate do Bayern. E a vitória veio, ainda que com dificuldades no primeiro tempo. Mas o 3x0 final mostrou a eficiência bávara, que também controlou a partida na segunda etapa.

A equipe contou com o retorno de Jérôme Boateng, de fora do time desde 23 de novembro após o jogo conta o Rostov pela UEFA Champions League por motivo de contusão. O técnico Carlo Ancelotti ressaltou a importância do seu retorno. “Boateng é um defensor fantástico. Com ele podemos girar as oportunidades (na defesa), pois teremos muitos jogos importantes em abril”, lembrou o treinador.

Com Boateng ficando a princípio no banco de reservas, o Bayern foi a campo com o time quase completo. Apenas Xabi Alonso e Juan Bernat ficaram fora inclusive do banco, poupados por Ancelotti. No time titular, Arturo Vidal e Thiago Alcântara começaram a partida como volantes, com Thomas Muller se aproximando de Robert Lewandowski pelo meio e Arjen Robben e Douglas Costa pelas pontas, num já tradicional 4-2-3-1.

A primeira chance de jogo porém foi do Frankfurt, logo a um minuto. Em uma virada de jogo da direita após perda de bola de Alaba, Rebic apareceu livre na entrada da área pelo lado esquerdo e bateu colocado, mas a bola passou por cima do gol de Neuer.

Desde o começo da partida o time bávaro encontrou alguma dificuldade para penetrar na área adversária, pois o Eintracht jogava com 7 jogadores atrás da linha da bola com Hasebe, tradicionalmente volante, jogando como um terceiro zagueiro. Além disso os dois meias (Blum e Rebic), marcavam bem a saída de bola de Vidal e Thiago.

A primeira chance mais perigosa aconteceu aos 9 minutos, com Robben, invertendo o lado de ataque com Douglas Costa, cruzando da esquerda. A bola atravessou toda a área e Vidal pegou de primeira, mas sem direção ao gol.

Aos 18 minutos, o Frankfurt teve a grande chance de abrir o placar. Após lançamento em profundidade nas costas da zaga, Hrgota recebeu e driblou Neuer. Porém na hora de concluir ao gol, Hummels apareceu com um carrinho salvador e mandou a bola para escanteio.

Somente aos 25 minutos o Bayern teve outra boa chance. Alaba foi lançado em profundidade na ponta esquerda e cruzou para trás. De dentro da área Douglas Costa bateu de primeira, mas a bola subiu muito.

O Frankfurt, jogando com muita gente no meio campo, conseguiu controlar bem as ações ofensivas do Bayern na maior parte do primeiro tempo. Mas aos 38 minutos a força do time bávaro se fez presente. Após lançamento de Javi Martinez, Lewandowski ajeitou a bola para a direita. A bola ficou distante da defesa e o zagueiro adversário não acreditou. Porém Muller sim, pois foi atrás da pelota e cruzou para Lewa, livre na pequena área, concluir para o gol e fazer o seu vigésimo gol na temporada na Bundesliga.

Na sequência, após cruzamento da esquerda de Tawatha, a bola passou com perigo por Hrgota e o centroavante não conseguiu chegar na bola para concluir. Porém, mais uma vez a diferença de qualidade se deu em seguida.

Aos 41 minutos, em mais um lançamento em profundidade, desta vez feito por Vidal, Alaba foi ao fundo mais uma vez pelo lado esquerdo. Mas nessa Douglas Costa concluiu sem chance de defesa para Hradecky. 2x0 no placar em apenas 3 minutos!

De modo geral, o primeiro tempo foi equilibrado. Apesar da maior posse de bola bávara (68% a 32%), foram 5 chutes ao gol do Bayern, contra 4 do Frankfurt. O equilíbrio também se deu nos cruzamentos (5x3 pró-Bayern). Mas a eficiência do atual tricampeão se mostrou decisiva nesta primeira etapa.

A segunda parte do jogo começou sem alterações no time do Bayern. E logo aos três minutos após lançamento em profundidade, Muller quase conseguiu ampliar. Ele encobriu Hradecky e a bola quase entrou, mas Hasebe, fazendo um grande esforço, conseguiu salvar quase em cima da linha.

Aos cinco minutos o Frankfurt teve outra boa chance. Rebic recebeu pela esquerda, cortou para o pé direito e mandou uma bomba, que explodiu no travessão.

Porém aos 10 minutos o Bayern mais uma vez mostrou sua enorme eficiência nesta partida e fez o terceiro. Robben controlou a bola pela direita, cortou para a perna esquerda e cruzou. Lewandowski passava pela bola, mas conseguiu dominar e ajeitar o corpo para bater forte de direita, rasteiro, no contra pé de Hradecky.

Aos 19 minutos, Boateng voltou aos campos, entrando no lugar de Javi Martinez. Certamente uma substituição importante para ele poder ganhar ritmo de jogo.

No minuto seguinte Blum, pelo lado esquerdo, bateu de canhota no cantinho direito, mas Neuer defendeu mandando para escanteio.

Já aos 22 minutos aconteceu algo raríssimo. Lewandowski perdeu um gol feito! Após lançamento de Robben, Lewa entrou livre, de frente para o gol, mas ao tirar muito do goleiro, a bola saiu pelo lado esquerdo do gol.

Aos 29 Lewa foi substituído por Coman, que foi jogar pelo lado direito do ataque, dando mais liberdade para Robben circular e se aproximar de Muller. Aos 32, Renato Sanches entrou na vaga de Vidal, que já tinha cartão amarelo. O volante português entrou para atuar ao lado de Thiago na contenção.

Depois das mudanças o jogo perdeu um pouco do ritmo e ficou mais controlado para o Bayern. Só aos 36 Douglas Costa, da entrada da área e de pé direito, voltou a criar uma chance de perigo, mas o chute passou à esquerda do gol.

Para se ter uma ideia de como o controle do jogo foi mais tranquilo para o Bayern no segundo tempo, o número de finalizações mais que triplicou em vantagem para o time bávaro (16 contra 8 do Frankfurt). Em termos de passes trocados pelo Bayern a vantagem também foi grande (570 contra 154), sendo que 86% deles foram bem completados.

Aos 45 o Bayern teve mais uma chance. Thiago bateu uma falta pelo lado direito e lançou na área. Renato Sanches subiu livre e cabeceou, mas mandou para fora, ao lado esquerdo de Hradecky.

E o jogo terminou mais uma vez com uma enorme supremacia bávara que, além de manter a invencibilidade geral contra o Frankfurt, não é derrotado em casa pelo adversário desde a temporada 2000-2001. A liderança na Bundesliga também foi reforçada, pois agora o Bayern tem 59 pontos, 10 a mais que o RB Leipzig. A próxima partida bávara será fora de casa, no dia 19, contra o Borussia Monchengldbach.

Ficha técnica

FC Bayern: Neuer - Lahm, Martínez (65 Boateng), Hummels, Alaba - Thiago, Vidal (77' Sanches) - Robben, Müller, Douglas Costa - Lewandowski (75 Coman)
Banco: Ulreich, Rafinha, Kimmich, Ribéry

Eintracht Frankfurt: Hradecky - Chandler, Hector, Hasebe (64' Russ), Abraham, Tawatha - Mascarell, Gacinovic - Blum (70' Barkok), Hrgota (78' Fabian), Rebic
Banco: Lindner, Besuschkow, Wolf, Barkok, Knothe

Gols: 1:0 38' Lewandowski, 2:0 41' Douglas Costa, 3:0 55' Lewandowski

Cartão amarelo: Vidal, Alaba / Rebic, Mascarell, Hasebe

TAGS: Eintracht Frankfurt Lewandowski Douglas Costa

BUNDESLIGA 2016/17

Classificação Pontos
TABELA COMPLETA

ARTILHEIROS

Jogador Gols
gols
gols
gols
gols

Títulos

Bayern München 24 títulos
Borussia Dortmund 5 títulos
Mönchengladbach 5 títulos
Hamburger 3 títulos
Stuttgart 3 títulos
VER TODOS OS CAMPEÕES

VÍDEOS

ELENCO

Katharina Baunach

Katharina Baunach

  • Posição: Meio-campo
  • Número: 6
  • No Bayern desde: Julho/2006
CONHEÇA O ELENCO

FACEBOOK