Bayern define no primeiro tempo e vence Werder Bremen fora de casa

Pela primeira rodada do segundo turno da Bundesliga, o FC Bayern foi até o Weserstadium para enfrentar o Werder Bremen. A superioridade bávara nos últimos confrontos contra os verdes já era clara, com 10 vitórias nos últimos 10 confrontos, incluindo um 6x0 na primeira rodada desta edição do campeonato. E ela se manteve com a vitória bávara por 2x1, triunfo importante para a manutenção da liderança no campeonato.

Antes da partida o técnico Carlo Ancelotti não esperava facilidade como foi no jogo do primeiro turno. “Será um jogo diferente do que aconteceu na última vez que jogamos contra o Werder Bremen. Será difícil”.

Ainda sem Jerome Boateng e Thiago Alcântara com problemas físicos, Ancelotti armou a equipe com poucas diferenças em relação à equipe que venceu o Freiburg semana passada. Apenas Vidal (também contundido e indisponível para este jogo) e Douglas Costa (no banco) foram substituídos

A equipe começou a partida jogando num 4-2-3-1, com Kimmich atuando no meio campo junto de Xabi Alonso e com Robben e Ribéry pelos lados e Thomas Muller atuando próximo de Lewandowski.

O primeiro lance de ataque da equipe bávara se deu com Ribéry, aos 3 minutos, cortando para o meio no lado esquerdo e batendo para fácil defesa de Wiedwald. Aos 7 minutos, após um rebote da zaga, a bola sobrou para Alaba que pegou de primeira o rebote e bateu, mas a bola passou a esquerda do gol adversário.

Com um time com cinco jogadores na defesa (três zagueiros e dois alas) e quatro atletas no meio, o Werder jogava com uma postura mais precavida, mas com um bom toque de bola. Porém o Bayern começou a ter mais posse e controle do jogo, ainda que com pouca finalização à gol.

Mas mesmo com mais posse o Bayern sofreu alguns sustos. Aos 27 minutos em um contra-ataque, o Werder levou perigo; em uma tabela com Kruse pelo lado direito, Gnabry bateu cruzado para uma defesa segura de Neuer. Dois minutos depois, Kruse fez uma jogada individual também pela direita e no meio de três defensores bateu para nova defesa de Neuer.

Porém esses sustos serviram para acordar o Bayern, ou pelo menos a velha dupla que quase sempre resolve os problemas do time. Aos 31 minutos Ribéry avançou pela esquerda e cruzou para trás dentro da área; Robben apareceu nas costas da zaga e pegou de primeira, mandando no ângulo esquerdo de Wiedwald. Golaço para abrir o placar.

Em bola levantada na área aos 36 minutos Xabi Alonso cobrou falta e Lewandowski desviou de cabeça, mas a bola passou à esquerda do gol, sem grande perigo.

Com muito passe de bola (65% a 35%), o Bayern não finalizou tanto à gol (apenas três chutes na direção da meta na primeira etapa). Mas depois do jogo ficar mais modorrento, antes de terminar o primeiro tempo, a eficiência bávara apareceu novamente. Aos 45 minutos, em falta pelo lado direito do ataque, Alaba bateu por cima da barreira com perfeição, no ângulo esquerdo do goleiro, sem chance de defesa, para terminar o primeiro tempo com uma tranquila vantagem.

Sem mudanças para a segunda etapa o Bayern começou com o controle da partida e logo no começo quase ampliou. Com dois minutos Lewandowski recebeu a bola de Muller e puxou o contra-ataque tocando para o Robben na direita, que bateu colocado e com perigo. A bola foi desviada e foi para escanteio.

Na sequência, aos quatro minutos, a arbitragem anulou um gol de Ribéry, que não estava em impedimento, saindo nas costas da zaga pelo lado esquerdo.

Porém aos sete, o Werder conseguiu diminuir. Junuzovic armou a jogada pelo lado esquerdo e encontrou Kruse no meio da área. Ele se livrou de Alaba e bateu forte na saída de Neuer.

O Bayern tentou não sentir o gol e continuou tentando atacar. Aos nove minutos após cruzamento de Kimmich, Lewandowski tentou subir para cabecear e tomou uma cotovelada de Veljkovic. Pênalti que a arbitragem não marcou.

Aos 16 minutos, Muller, que não teve uma grande atuação, foi substituído por Renato Sanches numa tentativa de ganhar mais fôlego no meio campo. O português entrou para atuar ao lado de Kimmich, deixando Xabi Alonso mais recuado.

Aos 19 mais um lance em que a arbitragem se fez presente de forma negativa. Lewandowski tocou para Robben que invadiu a área e foi tocado. Outro lance, no mínimo, discutível, em que poderia também ser marcado pênalti.

Aos 20 Ancelotti preferiu substituir Robben, que vinha muito bem na partida, para colocar Coman, que foi atuar pelo lado direito do ataque.

A partida voltou a caiu depois disso em um certo marasmo, com o Werder tentando o empate, mas sem muita conclusão à gol e o Bayern mais controlando a partida, sem muita criação no meio campo.

Aos 32 minutos aconteceu a última troca, com Ribéry saindo para a entrada de Douglas Costa. Para se ter uma ideia da pouca efetividade da parte ofensiva bávara depois do 2x1, só aos 40 minutos uma finalização perigosa aconteceu, com Douglas Costa batendo de fora da área, mas com a bola passando longe do gol.

Na segunda etapa a posse de bola do Bayern continuou alta, mas foi menor em relação ao que aconteceu no primeiro tempo (59% a 41%). O goleiro adversário não foi tão exigido e isso mostra que o segundo tempo não foi tão efetivo.

O sopro de criatividade no meio-campo bávaro só apareceu nos descontos da partida, com Renato Sanches, numa de suas raras boas jogadas, partiu pela ponta esquerda, e cruzou para trás. Kimmich chegou e bateu de primeira, e Wiedwald defendeu com o pé.

E mesmo não jogando de forma tão brilhante mais uma vez, o jogo terminou dessa forma, com o Bayern se mantendo na liderança com 45 pontos, três a mais que o RB Leipzig.

Ficha técnica:

SV Werder Bremen: Wiedwald - Veljkovic, Sané, Moisander - Delaney - Bauer (71 Bartels), Gnabry, Junuzovic, Garcia (81' Kainz) - Pizarro (19' Eggestein), Kruse

FC Bayern: Neuer - Lahm, Martínez, Hummels, Alaba - Alonso, Kimmich - Robben (66' Coman), Müller (62' Sanches), Ribéry (79' Costa) - Lewandowski
Banco: Ulreich - Rafinha, Bernat, Friedl

Gols: 0-1 30' Robben, 0-2 45+1 Alaba, 1-2 53' Kruse

Cartão amarelo: Bauer, Garcia, Junuzovic, Veljkovic / Coman

TAGS: Bundesliga Robben Alaba Pizarro Werder Bremen

BUNDESLIGA 2016/17

Classificação Pontos
TABELA COMPLETA

ARTILHEIROS

Jogador Gols
gols
gols
gols
gols

Títulos

Bayern München 24 títulos
Borussia Dortmund 5 títulos
Mönchengladbach 5 títulos
Hamburger 3 títulos
Stuttgart 3 títulos
VER TODOS OS CAMPEÕES

VÍDEOS

ELENCO

Jerome Boateng

Jerome Boateng

  • Posição: Zagueiro
  • Número: 17
  • No Bayern desde: Julho/2011
CONHEÇA O ELENCO

FACEBOOK